“The Good Wife” e a imperfeição

Publicada em 21:05 - 08/05/2016 por gugasms

Quando “The Good Wife” começou, Alicia Florrick era uma mulher bela, recatada e do lar que havia sido traída pelo marido político e que, quando ele foi preso, se viu obrigada a voltar a trabalhar como advogada para sustentar a família. Era uma série boa, mas só isso. Casinho da semana, uma protagonista que não mostrava muito para o que veio e só. Foi assim durante quase a primeira temporada inteira, até que veio a segunda.

Na segunda temporada, a série se encontrou e percebeu que não era sobre casinhos da semana, era sobre Alicia e a partir daí só melhorou, alcançando seu auge na quinta temporada. AQUELA quinta temporada! A quinta temporada do “Hitting The Fan” (episódio 5x5), para mim um dos melhores episódios de TV dos últimos anos, talvez o melhor. A quinta temporada da morte mais inesperada que eu já vi numa série. Uma temporada extremamente consistente e excelente, algo quase impossível de se conquistar numa série que tem 22 episódios por temporada em tempos em que as séries vivem de ganchos e enredos novelísticos muitas vezes sem sentido para conquistar esta geração imediatista em que estamos.

Obviamente, a série não conseguiu manter esse nível nas temporadas seguintes, mas também não precisava. A excelente quinta temporada cumpriu seu objetivo de mostrar que Alicia não era perfeita, ela não era mais a “esposa boa” do título, ela sentia desejo, ódio, inveja, ciúmes, etc, e isso serviu para abrir o caminho para as duas últimas temporadas da série, uma espécie de “The Good Wife 2.0”, especialmente a última, na qual Alicia finalmente viveu, sem se importar com o que os outros pensavam, sendo vulnerável, sexy, forte pra caramba e mostrando mais uma vez por que é uma das melhores e mais completas personagens da TV.

Chegando ao fim, “The Good Wife” se consagra como talvez uma das poucas e últimas séries que conseguirão fazer 22 episódios consistentes por temporada durante tanto tempo assim sem ficar ruim. É difícil fazer TV com consistência sem que a série se perca, mas, mesmo que não tenha sido perfeita, “Good Wife” conseguiu.

 


Outras postagens



Comente

Parceiros

Podcast

Facebook

InSUBs - Qualidade é InSUBstituível © 2007 - 2017 - Termos e condições de uso.