Sobre a Paixão por Legendar

Publicada em 23:11 - 09/11/2014 por gugasms

Eu amo legendar. Fui legender da InSUBs de 2007 até 2011, quando passei a atuar apenas profissionalmente, e uma das coisas que as pessoas mais me perguntavam (e algumas me perguntam até hoje) é por que eu faço isso?

Primeiro, me perguntavam por que eu fazia isso de graça, e a resposta que eu sempre dava para evitar ter que dar mais explicações era de que eu não tinha nada para fazer (na verdade, eu até tinha que estudar para o vestibular rs), mas a verdade é que eu gostava muito. Eu adorava a adrenalina de fazer legendas de madrugada, adorava a rivalidade (às vezes saudável, na maioria das vezes não) entre as equipes, adorava ser “famosinho da internet” (sério, já dei até entrevista pra revista) e gostava tanto de tudo isso que nunca nem havia pensado em legendar profissionalmente. Queria ser jornalista, o que não deu muito certo, visto que hoje traduzo profissionalmente e estudo Tradução na faculdade.

Depois que eu comecei a trabalhar profissionalmente com isso, começaram a me perguntar por que eu trabalhava como freelancer e/ou “mas não paga pouco”? A resposta padrão dessa vez é mais fácil, afinal quase não existe vaga de tradutor sem ser freelancer e “não paga pouco não, olha aqui meu macbook”. E até pode não pagar o mesmo que alguns serviços de tradução técnica ou coisas assim, mas, se paga menos, é 18,78 milhões de vezes mais legal. E eu já até peguei vários trabalhos com pagamento muito inferior à média do que recebo porque era alguma série ou assunto de que eu gosto, já passei sufoco alguns meses por causa do motivo anterior ou porque deu preguiça, já passei dias dormindo duas, três horas porque peguei mais trabalho do que devia, e também já houve alguns trabalhos em que eu me perguntei “por que estou fazendo isso?”, tipo este documentário sobre a Primeira Guerra que estou traduzindo e quero morrer de tão chato, mas, no fim de tudo, vale a pena, porque eu amo, amo, amo legendar, assim como muitos legenders que ainda fazem isso de graça (vocês são tudo louco!), e é muito bom fazer o que se ama.

 


Outras postagens



Comente

Parceiros

Podcast

Facebook

InSUBs - Qualidade é InSUBstituível © 2007 - 2017 - Termos e condições de uso.