Filmes baseados em livros: vale a pena?

Publicada em 19:01 - 04/01/2014 por PenelopeC

Um filme, independente da sua origem, é criado com um simples intuito: distrair e divertir. E, muitas vezes, as grandes produtoras se aproveitam do sucesso de um livro e transformam as histórias em roteiros de filmes, buscando grandes bilheterias (e com um sucesso quase que garantido). Vamos combinar, é bem mais fácil criar em cima de algo que já tem um público certo do que arriscar em algo novo.


Pessoalmente, sou muito crítica em relação a filmes baseados em livros. Pode ficar uma adaptação ruim, os atores podem não dar a profundidade necessária aos personagens, os cenários podem ficar muito aquém daquilo que a minha imaginação criou. Além disso, eu tenho uma memória muito boa, e consigo dizer exatamente o que ficou errado na transformação do livro em filme (por exemplo, lembro que foi o Dobby que deu o guelricho pro Harry em Harry Potter e o Cálice de Ouro, e não o Neville. E lembro também que deixaram de fora o Tom Bombadil no Senhor dos Anéis, sem contar muitas coisas dos Ents que não entraram no filme).


Mas, apesar disso, devo admitir que a tecnologia disponível hoje em dia deixa as coisas muito mais interessantes. Apesar de ser fã enlouquecida de Harry Potter, os filmes não me decepcionaram (tirando a falta da Copa do Mundo de Quadribol, que teria sido muito legal de assistir). Pelo contrário, me encantaram muito. Assim como Senhor dos Anéis e O Hobbit. Até mesmo Jogos Vorazes me surpreendeu, embora eu imaginasse que o filme teria uma outra ótica, já que o livro é praticamente narrado inteiramente em primeira pessoa.


Um dos poucos filmes baseados em livros que assisti sem ler o livro antes foi Percy Jackson, mas pretendo ler os próximos antes dos filmes. Mesmo assim, foram filmes que gostei bastante (apesar de serem voltados para um público mais adolescente).


O próximo filme baseado em um livro que espero ansiosamente é A Menina que Roubava Livros. O jeito é esperar para ver como serão trabalhados todos os detalhes que tanto me encantaram.


Enfim, acho que vale a pena transformar livros em filmes, contanto que sejam fiéis à história e que sejam bem feitos. Mas, fica a dica: leiam primeiro o livro antes de correr para o cinema e ver o filme.


Outras postagens



Comente

Parceiros

Podcast

Facebook

InSUBs - Qualidade é InSUBstituível © 2007 - 2017 - Termos e condições de uso.